11 de março | Dia Europeu em Memória das Vítimas do Terrorismo

SORPRESA

 

Muerto se quedó en la calle

con un puñal en el pecho.

No lo conocía nadie.

¡Cómo temblaba el farol!

Madre.

¡Cómo temblaba el farolito

de la calle!

Era madrugada. Nadie

pudo asomarse a sus ojos

abierto al duro aire.

Que muerto se quedó en la calle

que con un puñal en el pecho

y que no lo conocía nadie.

 

POEMA DE LA SOLEÁ

 

Tierra seca, 
tierra quieta 
de noches 
inmensas.

(Viento en el olivar, 
viento en la sierra).

Tierra 
vieja 
del candil 
y la pena. 
Tierra 
de las hondas cisternas. 
Tierra 
de la muerte sin ojos 
y las flechas.

(Viento por los caminos. 
Brisa en las alamedas).

Federico García Lorca 
Poema del cante jondo (1921)

 

Assinala-se hoje o Dia Europeu em Memória das Vítimas do Terrorismo.

Este Dia foi criado pelo Conselho Europeu em reunião de 25 de Março de 2004, por proposta do Parlamento Europeu. A instituição deste Dia teve lugar na sequência dos atentados de Madrid, que ocorreram a 11 de Março de 2004.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: