30 de março | Já leste um poema hoje? | 1.º Ciclo

Aqui está mais um poema para todos lerem e sorrirem.

ouistoouaquilo2[1]

Cecília Meireles in Ou isto ou Aquilo

Eu li! | A floresta | Sophia de Mello Breyner Andresen


Informações sobre o livro

Autora: Sophia de Mello Breyner Andresen

Ilustradora: Sofia Arez

Editora: Porto Editora

Lição: A riqueza não é tudo na vida.

Resumo

Uma menina chamada Isabel, de onze anos, vivia numa cidade próxima de uma quinta. Ela costumava ir lá cuidar dos animais e das plantas, e falar com Tomé, um jardineiro. Um dia, Isabel dirigiu-se a um bosque. Ela acreditava em anões e sempre quis conhecer um. Ao olhar para uma árvore achou que ali era o local indicado para morar um anão, e então construiu uma pequena casa. No dia seguinte, Isabel voltou lá e, para seu grande espanto, estava lá um anão. Isabel conversou com o anão durante vários dias, até que ele, como já tinha mais confiança, lhe contou a sua história. Falou-lhe dos ladrões e do dinheiro que precisava de dar a alguém, e pediu-lhe ajuda. Ela disse-lhe que conhecia a pessoa indicada: o seu professor de música. Foram falar com o professor, mas este não queria o dinheiro. Contou que tinha um amigo que precisava dele, pois há anos que tentava transformar pedras em oiro. Se a experiência funcionasse, o Doutor Máximo iria dar o dinheiro aos pobres, algo com que Isabel e o anão concordaram. Então, o anão fundiu o dinheiro em oiro e colocou as pedras no seu lugar. Quando o Doutor Máximo viu ficou muito feliz pelo que achava ter descoberto. A notícia espalhou-se e sete homens ricos ordenaram-lhe que acabasse com a experiência, pois assim ninguém ia querer trabalhar. O Doutor não concordou, e eles tornaram-se seus inimigos. Mais tarde houve uma festa em honra do cientista, na qual ele distribuiu o dinheiro pelos pobres. Na manhã seguinte, o anão e o músico souberam que o laboratório do grande inventor estava incendiado, mas ficaram felizes, pois assim estava tudo bem: o dinheiro estava entregue e o Doutor Máximo já não tinha de aturar os homens ricos.

 

 

 

 

Imagens retiradas do ClipArt

De Rainha das Neves | 5.º ano

28 de março de 2017 | Encontros + com Francisco Gil | BMC | 6.º D

27 de março | Já leste um poema hoje? | Porque

Porque

Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não

Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

Sophia de Mello Breyner Andresen, in “Mar novo”, 1958

Semana(s) da Leitur(a) | O Cartaz da RBC!

26 de março | Já leste um poema hoje? | Os poetas

Os poetas

Nunca os vistes
Sentados nos cafés que há na cidade,
Um livro aberto sobre a mesa e tristes,
Incógnitos, sem oiro e sem idade?

Com magros dedos, coroando a fronte,
Sugerem o nostálgico sentido
De quem rasgasse um pouco de horizonte
Proibido…
Fingem de reis da Terra e do Oceano
(E filhos são legítimos do vício!)
Tudo o que neles nos pareça humano
É fogo de artifício.

Por vezes, fecham-lhes as portas
— Ódio que a nada se resume —
Voltam, depois, a horas mortas,
Sem um queixume.

E mostram sempre novos laivos
De poesia em seu olhar…

Adolescentes! Afastai-vos
Quando algum deles vos fitar!

Pedro Homem de Mello, O Rapaz da Camisola Verde

25 de março | Já leste um poema hoje? | Urgentemente

Urgentemente

 

É urgente o amor
É urgente um barco no mar

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos, muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.

Eugénio de Andrade, in “Até Amanhã”

 

24 de março | Já leste um poema hoje? | 1.º ciclo

Ler um poema faz-nos recordar e viver.

Boas leituras!

conto-matilde-rosaaraujofadasverdes30pages-6-638[1]Matilde Rosa Araújo in As Fadas Verdes

O Concurso de Leitura Expressiva já tem resultados!

A BE tem a alegria de felicitar todos os alunos participantes no Concurso de Leitura Expressiva e anuncia os seus vencedores!

2.º Ciclo

1.º lugar – Catarina B.

2.º lugar – Nídia P.

3.º lugar – Rafael M.

3.º Ciclo

1.º lugar – Diana R.

2.º lugar – Bárbara G.

3.º lugar ex-aequo

Maria B.

Inês B.

Os alunos deverão estar na BE às 11:45 no próximo dia 4 de abril!

Boas leituras com o coração!

Concurso de Caligrafia já tem resultados!

A BE tem a alegria de anunciar os calígrafos premiados deste ano:

2.º Ciclo

1.º lugar

Sofia D. S.

2.º lugar

Inês C. R.

3.º lugar

Ricardo S.

3º ciclo

1.º lugar

Diogo J. Q. S..

2.º lugar

Eva N. R.

3.º lugar

Joana S. P.

 

Parabéns a todos os maravilhosos participantes!

23 de março | Já leste um poema hoje? | 1.º Ciclo

 

Mais um poema para lermos e fazermos deste dia, mais um dia feliz!

Boas leituras!

a-bailarina[1]

Cecília Meireles, in Ou isto ou aquilo

22 de março | Dia Mundial da Água | 1.º Ciclo

Hoje, dia 22 de março é um dia especial. Celebra-se o Dia Mundial da Água!

Já leste um poema hoje?

conto-matilde-rosaaraujofadasverdes30pages-21-638[1]Matilde Rosa Araújo, in “As Fadas Verdes”

22 de março de 2017 | Concurso de Leitura Expressiva!

Concurso de Leitura Expressiva

21 de março | Já leste um poema hoje? | Dia da Árvore, da Floresta e da Poesia | 1.º ciclo

Neste dia tão importante, em que se celebra o Dia Mundial da Poesia, o 3.º B da EB Quinta das Flores, visitou a BE e explorou com a professora bibliotecária a leitura dos poemas do livro “As Fadas Verdes”, elegendo este poema para celebrar também o Dia da Árvore e o Dia Mundial da Floresta!

Vamos todos ler e perceber a sua mensagem?

Boas Leituras!

conto-matilde-rosaaraujofadasverdes30pages-12-638[1]

Matilde Rosa Araújo, in As Fadas Verdes

O autor da semana | Jorge Sousa Braga

Jorge Sousa Braga nasceu a 23 de dezembro de 1957. Atualmente tem 59 anos. Ele é médico e poeta.

Exemplos de Obras:

  • Plano para salvar Veneza, 1981
  • De manhã vamos todos acordar com uma pérola no cu, 1983
  • A greve dos controladores de voo, 1984
  • Boca do inferno, 1987
  • Os pés luminosos, 1987
  • O poeta nu, 1991
  • Fogo sobre fogo, 1998
  • Herbário, 1999
  • A ferida aberta, 2001
  • Pó de estrelas, 2004
  • Porto de abrigo, 2005
  • O Novíssimo Testamento, 2012

Ele recebeu vários prémios, entre eles, o Grande Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens

De Rainha das Neves 5.º ano

21 de Março | Já leste um poema hoje? | Dia da Árvore, da Floresta e da Poesia!

O Dia Mundial da Poesia celebra-se todos os anos a 21 de março.

A data foi criada na 30.ª Conferência Geral da UNESCO, a 16 de novembro de 1999.

Este Dia Mundial da Poesia celebra a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, da criatividade e da inovação. A data visa fazer uma reflexão sobre o poder da linguagem e do desenvolvimento das habilidades criativas de cada pessoa. Neste dia realizam-se várias atividades pelo país, sobretudo nas escolas, bibliotecas e espaços culturais.

A poesia contribui para a diversidade criativa, usando as palavras e os nossos modos de perceção e de compreensão do mundo.* in Calendarr. Neste dia também se comemora o Dia da Árvore e o Dia Mundial da Floresta!

Já leste um poema hoje? Até ao dia 2 de abril, Dia Internacional do Livro Infantil, poderás fazê-lo aqui!

Aqui está uma proposta de Jorge Sousa Braga e…boas leituras!

As árvores e os livros

As árvores como os livros têm folhas
e margens lisas ou recortadas,
e capas (isto é copas) e capítulos
de flores e letras de oiro nas lombadas.

E são histórias de reis, histórias de fadas,
as mais fantásticas aventuras,
que se podem ler nas suas páginas,
no pecíolo, no limbo, nas nervuras.

As florestas são imensas bibliotecas,
e até há florestas especializadas,
com faias, bétulas e um letreiro
a dizer: «Floresta das zonas temperadas».

É evidente que não podes plantar
no teu quarto, plátanos ou azinheiras.
Para começar a construir uma biblioteca,
basta um vaso de sardinheiras.

in “Herbário” | Disponível na BE!

17 de março 2017 | Palestra “Riscos naturais” | 9.º ano

No próximo dia 17 de março, realiza-se uma palestra subordinada ao tema “Riscos naturais”, dinamizada pelo Professor Doutor António Campar de Almeida, da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra – Departamento de Geografia. Esta iniciativa, destinada aos alunos do 9.º ano – 9.ºA e 9.º C, é organizada pela Área Disciplinar de Geografia, com a colaboração da Biblioteca Escolar.

16 de março de 2017 | Apresentação do livro “Para além do óbvio”

16 de março de 2017 | Apresentação do livro “Para além do óbvio”

Propostas de intervenção para a melhoria das competências pragmáticas

Realiza-se no próximo dia 16 de março na Biblioteca Escolar da EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia, às 17:00, uma sessão de apresentação da obra “Para além do óbvio – histórias sociais”, enquanto partilha de uma experiência pedagógica e como recurso para a intervenção junto de pessoas com necessidades educativas especiais, no domínio das competências sociais.

As suas autoras, Catarina Santos e Susana Gomes (Terapeutas da Fala da APPACDM de Coimbra) e a sua ilustradora Carla Martins (Centro de Atividades Ocupacionais da APPACDM de Coimbra) dinamizam esta atividade e darão a conhecer a obra aos docentes e a outros intervenientes relacionados com a educação de todos os alunos, explorando a aplicabilidade dos conteúdos da obra numa perspetiva de intervenção prática e concreta como proposta de ajuda quotidiana.

Esta iniciativa é organizada pelo Departamento de Educação Especial e é dirigida aos docentes de todo o Agrupamento de Escolas Coimbra Sul e respetiva Comunidade Educativa, com a colaboração do Centro de Recursos TIC para a Educação Especial – Coimbra e da Biblioteca Escolar.

 

O livro “Para além do óbvio” apresenta propostas de intervenção que objetivam a melhoria do desempenho dos indivíduos nos diferentes contextos comunicativos em que participam, de modo a que possam alcançar uma forma de atuação mais ajustada e diferenciada, de acordo com os locais em que se encontram, as pessoas com quem interagem e os objetivos comunicativos que estão na base de cada interação.

Através dos textos das histórias sociais, complementados com a utilização de símbolos pictográficos, pretende-se descrever diferentes situações sociais do quotidiano, explicitando quais os comportamentos comunicativos mais oportunos em cada situação considerada, com o intuito de aumentar a funcionalidade comunicativa das pessoas com dificuldades a este nível.

Requisite o livro na BE!

EV | A letra!

Primeiros sinais:

As primeiras formas de escrita consistem em conjuntos de figuras de pessoas, animais e objetos de uso diário. Estas figuras são chamadas de pictogramas. Os mais antigos datam de cerca de 3000 anos. Pouco depois surgiu uma escrita baseada em ideogramas, símbolos que representam ideias abstratas. A nossa escrita tem como base um alfabeto fonético e a cada letra corresponde um som.

A letra pode ser classificada como:

  • Tipo
  • Tamanho
  • Sentido
  • Cor
  • Volume

O desenho das letras pode ser feito com grande liberdade de expressão.

No entanto, não se pode deixar de ter em conta cinco princípios:

  1. A sua leitura deve ser fácil e rápida;
  2. A sua proporção;
  3. A sua estética;
  4. A sua cor;
  5. A adaptação ao fim que se destina;

Para desenhar letras deve-se socorrer:

  • Utilização de uma quadrícula;
  • Linhas de construção;

De Rainha das Neves 5.º ano

Eu li! | Metro 2033 de Dmitry Glukhovsky | Leituras da BE!

A história retratada neste livro faz parte de mim. Só de pensar que comprei o livro pelo aspeto… Se não fosse a capa, provavelmente, hoje eu não estaria a escrever isto.

O livro é bastante emocionante, a história passa-se num futuro não muito longínquo (na minha opinião), após uma catástrofe nuclear que dizimou a maior parte da população humana.

Na Rússia, mas concretamente Moscovo, uma quantidade considerável de pessoas sobreviveu refugiando-se no metro.

O protagonista da história, Artyom, um dia para salvar a sua estação VDNKh começa uma jornada a Pólis (a capital subterrânea) onde vai tentar descobrir uma forma de destruir uma nova comunidade de mutantes que tem certas capacidades psíquicas. (Já agora ele acaba por salvar os habitantes do metro, mas vai sofrer bastante perdendo muitos dos amigos que faz durante a viagem).

Este livro é muito interessante provavelmente por ter muitas ligações com politica e história já que existem linhas de metro, chamados as Linhas Vermelhas que são governadas por Fascistas.

O “Metro 2033” teve um enorme sucesso, com cerca de 4 milhões de copias vendidas e até existe um jogo para computador e Xbox inspirado nesta história incrível.

Podes requisitar o livro na BE!

Miguel Rosmaninho

Links do jogo:

http://store.steampowered.com/app/286690/?l=portuguese

http://store.steampowered.com/app/287390/?snr=1_5_9__300

13 de março de 2017 | Palestra “A Helpo vai à escola” com a Dr.ª Sílvia Nunes | 8.º C e Encarregados de Educação

Realiza-se no próximo dia 13 de março, às 10:15, na Biblioteca Escolar da EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia, uma Palestra subordinada ao tema “a Helpo vai à escola” dinamizada pela Dr.ª Sílvia Nunes da Helpo do Porto no âmbito do projeto de “Apadrinhamento de crianças à distância” da Escolinha de IloKone, em Nampula, Moçambique. Esta iniciativa iniciou-se no presente ano letivo e envolve todos os alunos e Encarregados de Educação do 8.º C. Cumulativamente a esta iniciativa está a decorrer uma recolha de materiais (livros infantis, brinquedos e outros materiais).

A ONG Helpo nasceu em novembro de 2007. É uma Organização laica e desenvolve programas de apoio continuados, projetos de assistência, ajuda humanitária, desenvolvimento comunitário, educação para o desenvolvimento e desenvolvimento humano. Para a concretização das suas atividades conta com a colaboração dos seus parceiros, associados, funcionários, padrinhos e voluntários cuja motivação se coadune com a Missão, Visão e Valores da Organização.

Visita o sítio da Helpo aqui!

10 de março | Palestra na BE | Projeto da Semana da Segurança Aquática

No âmbito do Projeto da Semana da Segurança Aquática, decorrida de 7 a 10 de março, no Agrupamento Coimbra Sul, realizaram-se, no dia 10 de março, três palestras, na Biblioteca Escolar da EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia, às 11:00, 12:00 e 12:45, dinamizadas por duas monitoras de natação. Esta atividade, destinada a alunos do 2.º ciclo, teve como objetivo sensibilizar os alunos para os perigos associados aos espaços aquáticos e alertar para as condutas de segurança a adotar em meios envolventes ou dentro de água. Foram sessões muito participadas pelos alunos que ficaram alertados para os perigos e os cuidados a observar nos espaços aquáticos. Esta atividade foi organizada pela área disciplinar de Educação Física, em colaboração com a BE.

Eu li! | Na vida com garra! | Leituras digitais!

Este livro é muito inspirador e aconselho vivamente a sua leitura!

A Telma Monteiro fala muito sobre a sua vida e de situações que podem acontecer a qualquer pessoa. O judo ajudou-a a vencer algumas dificuldades e deu-lhe mais coragem para enfrentar a vida!

A Telma Monteiro é mesmo uma campeã e não perder estas histórias que ela nos conta!

João André

7.º ano

B 27 | Miúdos a Votos! | Campanha eleitoral! | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

B 27!

O Principezinho

Redes Sociais | Aprende a proteger-te!

 

Redes sociais. Aprende a proteger-te. Carlos Pinheiro

Consulta neste blogue o que disponibilizamos sobre este assunto!

Arquivos da RTP disponíveis para consulta!

Clica sobre a imagem e visita o site dos Arquivos da RTP que este ano comemora 60 anos de atividade!

Pesquisa e boas descobertas!

 

Frritt-Flacc, de Jules Verne – livro interativo!

Frritt-Flacc, de Jules Verne – livro interativo

Visita o blogue APPS | REDE DE BIBLIOTECAS ESCOLARES | APLICAÇÕES PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS 

B 33 | Miúdos a Votos! | Campanha eleitoral! | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

Agora é o B 33 com a proposta de leitura “A viúva e o papagaio”!

VII Concurso de Caligrafia | Resultados | 1.º ciclo

Muitos parabéns aos vencedores e a todos os alunos participantes na 7.ª edição do concurso de caligrafia!

EB Almalaguês

Aluna do 3.º A

EB Vendas de Ceira

Aluno do 4.º A

EB Norton de Matos

Aluna do 3.º A

EB Quinta das Flores

Aluna do 4.º B

Aluna do 4.º B – Menção honrosa

Aluno do 3.º A – Menção honrosa

foto-caligrafia

 

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                   

 

C 21 | Miúdos a Votos! | Campanha eleitoral! | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

Desta vez temos o livro “Harry Potter e os talismãs da morte”.

É o C 21!

C 20 | Miúdos a Votos! | Campanha eleitoral! | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

Agora vamos viajar com “Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban”!

 

B 28 | Miúdos a Votos! | Campanha eleitoral! | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

Vamos ouvir um excerto de “O rapaz de bronze”

É o B 28!

 

B 18 | Miúdos a Votos! | Campanha eleitoral! | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

Agora vamos ouvir esta Entrevista!

B 18

B 16 | Miúdos a Votos! | Campanha eleitoral! | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

Agora é a vez do B 16!

Miúdos a Votos! | Campanha eleitoral! | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

 

miudos_a_votos_fase-campanha

 

São 9 os livros que, na EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia, vão a votos!

Vamos conhecer um pouco mais estes livros pela voz dos seus defensores!

Este é o B 15!

%d bloggers like this: