19 e 23 de junho de 2020 | Encontro com o escritor José António Franco!

 

27 de abril de 2018 | Encontro com o Escritor José António Franco! | BE da EB 2,3 de Ceira

 

O poeta José António Franco vem à BE da EB 2,3 de Ceira no dia 27 de abril para um Encontro com o Escritor, dirigido a todas as turmas dos 5.º  e 6.º anos, no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa em articulação com a BE.

Vamos revisitar o nosso Escritor?

JOSÉ ANTÓNIO FRANCO, nasceu em Coimbra em 1951.

Licenciado em Filologia Germânica, professor de inglês; formador de professores, educadores e bibliotecários; poeta e ficcionista, tem-se dedicado à didáctica da poesia, trabalhando essencialmente com crianças e jovens dos Ensinos Básico e Secundário com quem partilha o prazer de ouvir e dizer o poema.

Bolseiro Fulbright (pela Comissão Cultural Luso-Americana), na State University of New York, College at Potsdam, 1979.

Galardoado no Prémio Alves Redol de Revelação de Conto, Vila Franca de Xira, 1990. Venceu o X Prémio de Conto Joaquim Namorado, Figueira da Foz, 1993.

Em 1997 foi galardoado pelo Instituto de Inovação Educacional no Concurso “Experiências Inovadoras no Ensino” pelo projecto A Poesia como Estratégia.

Em 2002 fundou “Os Jograis da Bonifrates”.

 

PUBLICAÇÕES DO AUTOR (além de textos dispersos em blogs, jornais e revistas nacionais, galegas e brasileiras)

POESIA

Véspera Tardia, poemas, Coimbra, 1986, assinado com o pseudónimo de António Simões;
Pedra Fecunda, poemas, Coimbra, 1987;
Paisagem sem Noite, poemas, colecção Poesia, Livraria Minerva, Coimbra, 1993;
Verso a Verso (PNL), Antologia Poética, com Textos de Luísa Ducla Soares, José Manuel Ribeiro, Vergílio Alberto Vieira, Amadeu Baptista, Nuno Higino e Francisco Duarte Mangas, ilustrações de João Concha, Editora Trinta Por Uma Linha, Porto, 2009;
Versos de Respirar (PNL), Calendário de Letras, 2009;
Rimas e Castanholas, Trinta Por Uma Linha, Porto, 2012;
Verso a Verso, Antologia Poética, tradução para o castelhano de Maria del Sol Peralta, Panamericana Editorial, Bogotá, Colômbia, 2013;
25 de Abril 40 Anos de Liberdade, Antologia, Trinta Por uma Linha, Porto, 2013;
Barricadas de Estrelas e de Luas, Antologia Poética no Centenário da Primeira Grande Guerra organizada por João Manuel Ribeiro, Tropelias e Companhia, Porto, 2013;
Pandeiretas, Cornetins e Rimas Assins (PNL), Trinta Por uma Linha, Porto, 2014;
Caderno Tolo de Versos sem Miolo, Livros do Corvo, Vila Nova da Barquinha, 2017;
Rimas e Castanholas (2ª edição), Livros do Corvo, Vila Nova da Barquinha, 2017, Versos de  Respirar, (2.ª edição), Livros do Corvo, Vila Nova da Barquinha, 2018;
Os Direitos da CriançaAntologia organizada por João Manuel Ribeiro, Trinta Por Uma Linha, Porto, 2018.

PROSA:

Histórias e Morais, Coimbra, 1992; “O Frigorífico”, in Contos Premiados, X Prémio Joaquim Namorado, Câmara Municipal da Figueira da Foz, 1996;
“Corpinteiro”, in Crónica Jornalística — Século XX, antologia organizada por Fernando Venâncio, Círculo de Leitores, 2004; Histórias e Morais, Pé de Página, Coimbra, 2005;
O Melro Envergonhado (PNL), Lápis de Memórias, Coimbra, 2011;
O Lobinho (PNL), Lápis de Memórias, Coimbra, 2016;

A Cegonha Maquinista, Livros do Corvo, Vila Nova da Barquinha, a sair brevemente.

ENSAIO

— “A poesia como estratégia”, in José António Franco et alExperiências Inovadoras no Ensino: inovação pedagógica, colecção Práticas Pedagógicas, nº 6, Instituto de Inovação Educacional, Lisboa, 1998;
A Poesia como Estratégia, Campo das Letras, colecção Campo da Educação, Porto, 19991;
A Poesia como Estratégia, Tropelias & Companhia, Porto, 2012 (obra de referência para a implementação do programa de Português do Ensino Básico).

Sábado, 25 de novembro 2017 – 15 horas | Lançamento e apresentação da obra “O CIRCO na COIMBRA do século XIX” da autoria de Jorge Castanheira de Oliveira

 

 

Vai decorrer no próximo dia 25 de novembro, pelas 15 horas, na Biblioteca da Escola Dr.ª Maria Alice Gouveia – em Coimbra, sito Rua D. Ernesto de Sena de Oliveira (Casa Branca), o lançamento do livro “O CIRCO na COIMBRA do século XIX”, da autoria de Jorge Castanheira de Oliveira. Este autor, Doutor em Ciências da Educação, na especialidade de História da Educação, pela Universidade de Coimbra, é docente de Educação Física no nosso Agrupamento de Escolas Coimbra Sul. Publicou várias obras na área da Educação Física e do Desporto, sendo esta a terceira dedicada à temática relacionada com a cidade de Coimbra.

Esta obra será apresentada por António Inácio Nogueira, mestre em Ciências da Educação e doutor em Sociologia.

Contra-capa
A cidade de Coimbra foi, durante o século XIX, visitada por diversas companhias e artistas de circo. Nomes como Herrmann, Henrique Diaz, Jenny de Rahden, Geraldine e Zephora bastavam para os conimbricenses lotarem as salas de espetáculo. Eram tempos de grande animação e de divertimento na cidade.
Este livro pretende identificar os locais onde se realizaram os espetáculos, as companhias e os artistas de circo que visitaram Coimbra, bem como perceber a importância que este espetáculo teve para a cidade e no desenvolvimento da educação física conimbricense.

28 de novembro de 2016 | Encontro com Pedro Seromenho!

Encontro com Pedro Seromenho

28 de novembro | BE EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

 5.º D |  5.º E | 6.º D

cartaz_pseromenho

Vamos conhecer o escritor e ilustrador?

Pedro Seromenho Rocha, de nacionalidade portuguesa, nasceu em 1975, na cidade de Salisbúria (Harare), República do Zimbabué.

Zimbabwe, quer dizer “Casa de Pedra “ e  é  limitada pela África do Sul a sul, pelo Botswana a sudoeste, pela Zâmbia a noroeste e por Moçambique a leste.

Com apenas dois anos de idade fixou-se em Tavira e mais tarde em Braga, onde atualmente reside.

Pedro Seromenho licenciou-se em Economia, mas dedica-se inteiramente a escrever e a ilustrar livros para várias editoras nacionais e brasileiras, sendo cronista em diversos sites, revistas e jornais e visitando as escolas para inúmeros encontros com a leitura e os seus leitores.

Vamos conhecer algumas das suas obras?

A sua primeira obra foi um livro de poesia intitulado “Rostos e risos”, editado em 2000.

“A nascente de tinta”, publicada em 2006, é a primeira aventura do Gonçalo que, ao receber um búzio com poderes mágicos oferecido pelo seu avô, entra num universo fantástico! É o início da escrita para um público juvenil. Ele diz-nos:

“No dia em que descobri este novo imaginário, redescobri-me por completo. Não fazia ideia do enorme prazer que é comunicar com o público jovem. De facto, são eles que me exigem uma escrita mais criativa e também sensorial. E o resto é fácil. É sonhar.”

Em 2008, seguiu-se o  ”Reino do Silêncio” no qual a música e a alegria  regressarão graças à coragem e à persistência do Gonçalo e da Princesa.

Em 2009 lançou o romance juvenil “900 –  História de Um Rei” que assinala os 900 anos do nascimento de D. Afonso Henriques, está inserido no Plano Nacional de Leitura.

Em 2010 publicou a obra infantil “A estrelinha pálida”. Pedro Seromenho diz-nos que “esta é a história de uma pequenina estrela pálida que mora no Cruzeiro do Sul e que decide mergulhar até à Terra, à procura do brilho que não tem.”

Em janeiro de 2011, lançou a obra “Porque é que os animais não conduzem?” que sensibiliza as crianças as regras de segurança rodoviária para uma viagem… em segurança! Também está no Plano Nacional de Leitura.

Também em 2011, publicou o conjunto  recicloMANIA onde conhecemos 4 aventuras em torno do tema da reciclagem.

Foi no ano de 2013 que publicou a ” A fuga da ervilha”.

“As gravatas do meu pai” é um conto de 2014 e muitos dos presentes o conhecem

Vamos conhecer a sua última obra “A cidade que queria viver no campo?” Foi publicada no dia 12 de novembro!

Na biblioteca escolar está a decorrer uma Feira do Livro à tua espera! Já a visitaste?

 

pedroseromenho

25 de maio de 2016 | Apresentação do Livro “O lobinho” de José António Franco

25_MAIO_2016_CARTAZ

30 anos | respirar poesia

No próximo dia 25 de maio, realizar-se-á, na Biblioteca da Escola Dr.ª Maria Alice Gouveia — Agrupamento de Escolas Coimbra Sul —, pelas 10:30h, a apresentação do novo livro de José António Franco, O Lobinho, publicado pela Editora e Livraria Lápis de Memórias.

     Este arquiteto das palavras, publicou a sua primeira obra, em 1986, “Véspera tardia”, sob o pseudónimo de António Simões, Este ano completam-se 30 anos  sobre essa publicação com “O lobinho”!

Num primeiro relance, poderia ser considerada uma história para crianças, mas, na verdade,  ultrapassa esse estereotipo, pois valores como a família, a amizade e a solidariedade estão plasmados numa obra que apresenta um universo rico em afetos. E é sobretudo a gratidão, o reconhecimento do bem que gera outro bem, que prevalece.

JOSÉ ANTÓNIO FRANCO, licenciado em Filologia Germânica, professor, poeta e ficcionista, divulgador de poesia e dinamizador de oficinas de escrita, tem-se dedicado à didática da poesia, trabalhando essencialmente com crianças do Ensino Básico e realizando conferências e ações de formação para professores, educadores e bibliotecários. Criador e dinamizador do Torneio Ortográfico entre várias escolas da cidade de Coimbra, com várias edições, é igualmente elemento da Cooperativa de Produções Teatrais e Realizações Culturais BONIFRATES com intervenção nas atuações dos Jograis desta companhia.

Num trabalho conjunto entre professores e alunos do 6º ano (turmas A, B e C) da Escola Dr.ª Maria Alice Gouveia, o público poderá assistir à leitura expressiva de alguns excertos da obra, de poemas (da autoria do escritor e de alunos), a uma pequena dramatização, entre outros agradáveis momentos. Autor e crianças saborearão e brincarão com as palavras, num jogo em que os olhos sentirão e o coração verá. O escritor promete terminar a sessão numa conversa informal, respondendo à curiosidade e irreverência da pequenada a que se seguirá uma sessão de autógrafos.

27 de abril de 2016 | Encontro com a escritora Maria João Lopo de Carvalho

27_abril_2016_cartaz_MJLOPODECARVALHO

No próximo dia 27 de abril de 2016, vai realizar-se um Encontro com a escritora Maria João Lopo de Carvalho, na BE da EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia, dirigido aos alunos dos 5.º A, 6.º B,  6.º C e 6.ºG, resultante do trabalho articulado com a disciplina de Português.

Esta escritora e comunicadora ímpar é autora de livros para um público adulto, nomeadamente com os dois romances históricos intitulados “Padeira de Aljubarrota” e “Marquesa de Alorna”, mas igualmente com publicações para a infância e juventude, nomeadamente “A minha Mãe é a Melhor do Mundo”, as coleções “Hora H”, “As Cinco Quinas” e “Os sete irmãos”. Alguns deles estão integrados no Plano Nacional de Leitura. Maria João Lopo de Carvalho tem contribuído para promover o gosto pela leitura junto do público infantil e juvenil através do caráter realista das suas obras, onde facilmente encontramos uma personagem com a qual nos identificamos !

Vamos conhecer e revisitar a coleção “7 irmãos”? E conhecer o conto “A minha Mãe é a Melhor do mundo!”

À tarde, o encontro com esta escritora será no Centro Escolar Quinta das Flores e terá o seu início às 14:00!

No final de cada encontro haverá uma sessão de autógrafos!

Esta iniciativa é promovida pelos CTT Correios de Portugal (Vale das Flores). 

14 de janeiro de 2016 | Encontro com Ana Cristina Luz

Diapositivo1No próximo dia 14 de janeiro de 2016, pelas 12:00, vai decorrer, na BE da EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia, um Encontro com a escritora Ana Cristina Luz, dirigido aos alunos do 5.º C, 6.º C e 6.ºF. Esta autora dar.nos-á a conhecer um pouco da personalidade marcante de Aristides de Sousa Mendes através da obra “Aristides, o semeador de estrelas” com ilustrações de António Moncada de Sousa Mendes.

Estarão livros disponíveis para venda e  sessão de autógrafos.

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) criou o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto e instituiu o dia 27 de Janeiro para homenagear e lembrar os 6 milhões de judeus exterminados e outras vítimas do nazismo durante a Segunda Guerra Mundial.

 

Encontro com a escritora Alice Cardoso nas escolas do 1.º ciclo com BE integradas na Rede Concelhia de Bibliotecas escolares

postal recortar

9 de novembro – 10:30 / 11:30- EB de Almalaguês e 15:00 – EB Vendas de Ceira

11 de novembro – 10:30 –  EB Norton de Matos e 14:00 / 15:00 -EB Quinta das Flores

14 e 15 de janeiro de 2015 | Encontro com Pedro Seromenho nas EB1 com BE | RBE

AECS_DIA 14-page-001

 Visita de Pedro Seromenho à EB1 Quinta das Flores

hzdK6G

O escritor Pedro Seromenho esteve na biblioteca da EB1 Quinta das Flores, no dia 14 de janeiro, a apresentar aos alunos alguns dos seus livros infantis.

No âmbito da apresentação do novo livro “As gravatas do meu pai”, o escritor e ilustrador Pedro Seromenho esteve na biblioteca da EB1 Quinta das Flores.

O escritor foi recebido pelos alunos engravatados com gravatas ilustradas por eles e com a declamação de partes da história “As gravatas do meu pai”, pelos alunos do 4.º ano.

Para agradecer o “miminho” o escritor também fez uma surpresa: uma ilustração relacionada com o seu novo livro (uma gravata da chuva usada por uma nuvem).

Posteriormente ele apresentou-se e contou várias histórias: “A fuga da ervilha”, “A grande fábrica de palavras”, e “Porque é que os animais não conduzem?”.

No final da sessão houve tempo para os alunos fazerem perguntas ao escritor e solicitarem autógrafos para ficarem com uma recordação. Para surpresa de todos, o escritor fez um autógrafo ilustrado em apenas 30 segundos e autografou as gravatas dos alunos.

 

Alunos do 3.º B

EB1 Quinta das Flores

AECS_DIA 15-page-001

 

10 de março 2014 | Encontro com José António Franco

No dia 8 de março de 2014, o poeta José António Franco esteve no JI da Quinta das Flores e a poesia esteve presente nas suas múltiplas linguagens de encantamento através das obras Versos de respirar  e Rimas e Castanholas. As crianças das três salas aderiram às propostas do escritor e participaram ativamente com trabalhos elaborados aquando da preparação deste encontro. Nesse dia, o escritor, munido de palavras novas e inventadas, cativou a atenção dos alunos com a sua harmónica, a sua viola e sonoridades melodiosas…  a poesia aconteceu! No final do encontro, e após a oferta de um trabalho por cada grupo de crianças ao escritor, o nosso poeta autografou vários livros que ficarão para sempre nos seus corações!

 Quatro dos poemas do nosso escritor foram traduzidos para linguagem simbólica, enriquecendo o fundo documental do projeto “Todos Juntos Podemos Ler”.

fotografia (5)

fotografia (3)

fotografia (4)

fotografia (6)

fotografia (8)

fotografia (13)

Agenda da BE | 24 de fevereiro a 14 de março

Agenda da Biblioteca Escolar

24 de fevereiro a 14 de março | 2014

 24

EntreContos – teve início na BE da Alice Gouveia e prolonga-se até ao final deste período. Os alunos apresentam aos colegas de ano, as obras que vão lendo.

Português – 2.º e 3.º Ciclos | BE

 

7 de março

Limite para entrega aos Professores Bibliotecários dos trabalhos realizados no âmbito dos seguintes concursos, subordinados à temática da liberdade:

 

Concurso de Fotografia

Concurso de Poesia

Concurso de Escrita Criativa – Conto

1.º, 2.º e 3.º Ciclos | Parceria Rede de Bibliotecas de Coimbra

 

7 de março, manhã

Encontro com o escritor José António Franco

JI de Ceira

 

7 de março, 14h00

Encontro com a escritora Sónia Louro sobre Aristides de Sousa Mendes a partir da obra “O Cônsul Desobediente”

BE da EB 2,3 de Ceira

Articulação AD História | 8. e 9.º Anos

 

10 de março, manhã

Encontro com o escritor José António Franco

JI da Quinta das Flores

 

10 a 14 de março

Concurso de Leitura Coimbra Sul (1.ª fase)

2.º Ciclo EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia | Português

 

7 de março 2014 | Aristides de Sousa Mendes na voz de Sónia Louro

sonia louro

No próximo dia 7 de março, pelas 14 horas, a escritora Sónia Louro estará mais uma vez no nosso Agrupamento de Escolas.

Desta vez, o Encontro com esta Escritora será na Biblioteca da Escola EB 2,3 de Ceira para nos apresentar o seu livro “O Cônsul desobediente” que nos relata a história de Aristides de Sousa Mendes, um homem que salvou 30000 vidas durante a Segunda Guerra Mundial, desafiando Salazar e sendo, por isso, perseguido até ao final dos seus dias.

Esta atividade é dirigida aos alunos do 9.ºA/C,  9.ºB/C  e8.ºA/C em articulação com a disciplina de História. Estarão livros disponíveis para venda e  sessão de autógrafos.

Estão patentes na BE duas exposições: uma bibliográfica e uma outra biográfica.

Depois de «Viriato, o Filho Rebelde» e «A Vida Secreta de D. Sebastião», Sónia Louro, através da editora Saída de Emergência, homenageia o homem que, sozinho e contrariando ordens superiores, mais vidas salvou do holocausto nazi e que ficou na História como o herói que desafiou Salazar, pondo em risco a sua vida e da própria família ao trocar uma carreira consular de sucesso pela salvação dos milhares de refugiados, de diversas nacionalidades, incluindo judeus, que lhe suplicaram, enquanto Cônsul em Bordéus durante a segunda guerra mundial, a concessão de vistos de entrada em Portugal.

De salientar igualmente a publicação das obras: “A Verdadeira Peregrinação” sobre Fernão Mendes Pinto em 2010 e da obra “Amália : o romance da sua vida” em setembro de 2012.

Está igualmente disponível para visionamento o filme  «Aristides de Sousa Mendes – O Cônsul de Bordéus», de 2011,  realizado por  Francisco Manso e João Correa.

Aqui está o trailler:

Aristides de Sousa Mendes – O Cônsul de Bordéus , revisita a extraordinária história do diplomata português que salvou mais de 30.000 vidas durante a Segunda Guerra Mundial e desvenda a consciência e coragem de um homem que ousou desafiar Salazar inscrevendo o seu nome na história da humanidade. Um filme obrigatório sobre um herói português!
Durante a ocupação de França pelas tropas nazis, dezenas de milhares de refugiados procuraram o consulado português em Bordéus, na esperança de aí obterem um visto para Portugal. Sousa Mendes viveu um terrível dilema: se concedesse vistos, contrariando uma circular de Salazar, arriscava a carreira diplomática e o sustento da sua família; se não o fizesse, todos aqueles milhares de pessoas teriam como destino os campos de concentração nazis.

Ficha Técnica:

Título: «Aristides de Sousa Mendes – O Cônsul de Bordéus»
Título original: «Aristides de Sousa Mendes – O Cônsul de Bordéus»
Realização: Francisco Manso, João Correa
Elenco: Carlos Paulo, João Cabral, Laura Soveral, Leonor Seixas, São José Correia, Vítor Norte
Género: Drama
País: Portugal
Ano: 2011

22 de maio de 2013 | Encontro com a atriz e escritora Filomena Gonçalves

cartaz_filomena_goncalves_2_BOG

A atriz e escritora Filomena Gonçalves vem à nossa escola no próximo dia 22 de maio – 4.ª feira – para mais um Encontro com a Atriz e Escritora, dirigido a todas as turmas do 6.º ano no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa em articulação com a BE.

Aqui está a calendarização:

10:30 – 11:45
6D – 6E – 6F

12:00 – 13:15
6G – 6C

14:15 – 15:15
6B – 6A

untitled_1353689779

Obra “O Mundo Misterioso de Guta”
Guta e a família mudam-se para uma nova casa no Parque das Nações. Cansada de mudanças e arrumações, resolve ir passear e ler para o pé do rio, onde, das águas surge um ser mágico, uma tágide, que a desafia a resolver um misterioso enigma. A nossa heroína inicia um caminho recheado de descobertas fantásticas que a levam a conhecer novos amigos.
Uma história divertida sobre um mundo imaginário e fabuloso dos mistérios do Tejo e dos segredos que nos falam de poetas e musas de seres mitológicos e sobre o valor da amizade, dos nossos afetos e das recordações.

filomena_MG_8093crop-260x217

Breve Biografia
Filomena Gonçalves nasceu em Lisboa no dia 11 de junho de 1961. Passou a infância e juventude em Setúbal. É uma conhecida atriz com uma carreira reconhecida no desempenho de variadíssimas personagens em novelas e séries televisivas em que foi igualmente produtora, nomeadamente, A Ferreirinha, João Semana, O Processo dos Távoras e Quando os Lobos Uivam. Estreou-se em televisão na telenovela Chuva na Areia no ano de 1985.
Atualmente, integra o elenco da nova telenovela da TVI Doida por Ti, no papel de Marília Gomes, empregada da família Varela: Mário (Paulo Pires) e Carmo (Luísa Cruz).
A sua recente incursão no mundo da ficção juvenil participando em Morangos Com Açúcar, no papel da Diretora Linda, agradou-lhe especialmente pela possibilidade de contactar de perto com muitos jovens, atores e fãs da conhecida série. A sua estreia como escritora faz-se com uma obra dedicada ao público infantil, O Mundo Misterioso de Guta.

Filomena Gonçalves – participação em produções

• Doida por Ti, Marília Gomes – 2012 – 2013
• O Último Verão, Leonor – 2012
• Princesa, Diretora da Escola – 2012
• Maternidade, Elisa – 2011
• Morangos Com Açúcar, Linda Porfírio – 2009 – 2011
• Vila Faia (2007), Filipa Silveira – 2007 – 2008
• Quando os Lobos Uivam, Márcia – 2006
• Pedro e Inês, Madre – 2005
• João Semana, Maluca – 2005
• A Ferreirinha, Antónia Adelaide Ferreira (Ferreirinha) – 2004
• Lusitana Paixão, Teresa Estrela D’Alva – 2002
• Sonhos Traídos, Maria de Lurdes Pereira – 2002
• O Processo dos Távoras, D. Mariana Vitória de Bourbon – 2001
• Alves dos Reis, Sibila – 2000
• Conde de Abranhos, Casimira – 2000
• A Raia dos Medos, Maria – 1999 – 2000
• Médico de Família (série), Ema – 1999 – 2000
• Uma Avó dos Diabos – 1999
• Esquadra da Polícia, Comissária Maria Xavier – 1999
• Ballet Rose, Rosa de Mello – 1997 – 1998
• Filhos do Vento, Margarida Abrantes – 1996 – 1997
• Polícias, Rita – 1996
• Primeiro Amor, Sílvia – 1995
• Desencontros, Clara Resende – 1994
• Verão Quente (novela), Joana – 1993
• Telhados de Vidro, Rosário – 1992 – 1993
• Ricardina e Marta, Ricardina – 1989
• Um Chapéu de Palha de Itália, Helena – 1989
• Duarte & C.a – 1988
• Histórias que o Diabo Gosta – 1988
• Passerelle, Lena – 1988
• Palavras Cruzadas, Joana – 1986
• Chuva na Areia, empregada doméstica de Odete – 1985

ARTIGO SOBRE FILOMENA GONÇALVES
http://www.mun-setubal.pt/GuiaEventos/Artigos/default.asp?tipo=4&dia=1&Mes=2&Ano=2005

Cantar e cozinhar não é comigo

Muitos dos leitores conhecem Filomena Gonçalves do ecrã, de novelas e séries, mas nem todos sabem que, tendo nascido em Lisboa, onde reside, foi em Setúbal que cresceu e se fez artista. Os primeiros passos sobre o palco deu-os, na década de 80, no Teatro Animação de Setúbal, em aprendizagem simultânea, em Troia, com a da técnica de representação em novelas.
Da paixão de representar dividida, então, por aquelas duas paixões, de que a segunda havia de levar à palma, resultou, por coincidência, que a estreia, nos dois campos, acontecesse no mesmo dia. De manhã, participou nas filmagens de uma novela, e, à noite, num café-concerto.
Daí para cá, nunca mais parou, sendo, hoje, a nível de novelas e séries televisivas, figura de primeiro plano. Antes, porém, houve um caminho, nem sempre fácil, a percorrer.
Fechado o ciclo do TAS, de “forma natural”, abriu-se o de Lisboa, quer no teatro, quer em radionovelas. Não raro, os “ensaios e os espetáculos terminavam tarde”, obrigando-a a dormir em Lisboa. A aumentar o calvário, havia as viagens, diárias, cansativas. Optou por ir morar do outro lado do Tejo.
Com o “dia todo ocupado”, o “pouco tempo livre é para família”.Por isso, talvez, não tem o hábito de ler jornais, nem ouvir rádio, a “não ser no carro”.
Prefere a noite ao dia, “para trabalhar ou estar em casa”, mas não para cozinhar. Não porque não queira, mas porque não sabe. Sem pejo, confessa-se uma “uma nulidade autêntica” na arte de tachos e temperos, pelo que “se insistisse”, graceja, havia “motivo para divórcio com justa causa”. Tal facto não a impede de ter preferências gastronómicas, com a “perdiz estufada, somente com azeite e vinagre”, eleita prato predileto. Quanto a bebidas, “água, porto, naturalmente, depois da ‘Ferreirinha’ – série televisiva em que participou recentemente –, champanhe e café”.
Falta de apetência igual à que tem para a culinária, só, mesmo, para cantar. Na peça ‘Dinis e Isabel’, onde era protagonista, “tinha de cantarolar uns versos, com música de Vitorino de Almeida”. No dia da estreia, ao entrar em palco, viu, na plateia, o maestro. Entrou em pânico, não foi capaz de “emitir um som”.
Prefere a praia ao campo, mas gosta do “Alentejo interior”, considerando a “imensidão da planície” um “mar sem água”.
A quietude alentejana, porventura, recorda-lhe a Arrábida, que exerce sobre ela “fascínio especial”. De Setúbal – onde só vem pela família – o “espaço Arrábida” é, talvez, a única coisa que guarda, “como importante, no coração”.
“O espaço da Arrábida é muito importante para mim. Mesmo que não vá lá, preciso de saber, de ter a certeza, que existe. É algo de telúrico, de fascinante. Se um dia desaparecesse, não sei. Têm-lhe feito tanto mal…”

Filomena Gonçalves nasceu em Lisboa, mas viveu a infância e parte da juventude em Setúbal – nos Quatro Caminhos e em Palhais.
Fez a instrução primária na escola do Bairro da Conceição e os estudos secundários no antigo Liceu e na Bela Vista.
No teatro estreou-se, no Teatro de Bolso do TAS, num café-concerto, encenado por Fernando Gomes. Na pantalha, na primeira telenovela portuguesa, ‘Chuva na Areia’.
Depois de deixar o TAS, trabalhou no Teatro Experimental de Cascais e em radionovelas, na RDP.
Hoje, além de artista, tem, com o marido, o guionista Moita Flores, uma produtora, responsável por várias séries televisivas, a última das quais, ‘João Semana’, em exibição, na RTP.

29 de abril e 2 de maio | Oficinas de Escrita Criativa Com José António Franco

Nos próximos dias 29 de Abril e 2 de Maio, realizar-se-ão na Biblioteca da EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia  duas oficinas de escrita criativa orientadas pelo escritor José António Franco e dirigidas a turmas  do 8ºano. Estas sessões inserem-se nas atividades de articulação entre a BE e a disciplina de Português, no âmbito do Projeto aLeR+. A primeira sessão decorrerá no dia 29 de abril  e é destinada à  turma A (8:30-10:00), sendo a segunda no dia 2 de maio,  destinada aos alunos da turma C  (15:30 às 17:00).

jose_antonio_franco_BLOG

 

 

18 e 20 de fevereiro 2013 | Encontro com o Escritor José António Franco

cartaz_jose_antonio_franco

JOSÉ ANTÓNIO FRANCO, licenciado em Filologia Germânica, professor, poeta e ficcionista, divulgador de poesia, e dinamizador de oficinas de escrita, tem-se dedicado à didática da poesia, trabalhando essencialmente com crianças do Ensino Básico e realizando conferências e ações de formação para professores, educadores e bibliotecários. Criador e dinamizador do Concurso de Ortografia entre várias escolas da cidade de Coimbra, com a realização de várias edições é igualmente elemento da Cooperativa de Produções Teatrais e Realizações Culturais BONIFRATES com intervenção especial em atuações dos Jograis desta Companhia e é nosso convidado nos próximos dias 18 e 20 de fevereiro numa iniciativa dirigida a todos os alunos do 5º ano.

No dia 18 de fevereiro, o Encontro com o nosso escritor decorrerá na Biblioteca Escolar da escola sede – EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia, pelas 13:45; no dia 20, duas sessões terão lugar igualmente na BE, respetivamente às 10:15 e 12:00. Vão ser dois dias muito especiais em que, a partir da leitura expressiva de algumas das poesias do escritor, da interação com o poeta, haverá lugar à recriação através de textos elaborados pelos alunos e melodias que animarão certamente mais uma iniciativa sempre aler+.

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
This slideshow design made with Smilebox

José António Franco | Fevereiro | Encontro com o Escritor !

ENCONTRO COM O ESCRITOR JOSÉ ANTÓNIO FRANCO
CONHECER O AUTOR | VIDA E OBRA
18 e 20 de fevereiro de 2013

Sem título

O poeta José António Franco vem à nossa escola nos dias 18 a 20 de fevereiro para mais um Encontro com o Escritor, dirigido a todas as turmas do 5º ano no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa em articulação com a BE.

Aqui está a calendarização:

18 de fevereiro – 13.45-15.15 – 5ºE | 5ºG
20 de fevereiro – 10.45-11.45 – 5B | 5C | 5D
12.0-13.30 – 5A | 5F

Vamos conhecer o nosso escritor?

 JOSÉ ANTÓNIO FRANCO nasceu em Coimbra, no ano de 1951. Licenciado em Filologia Germânica, professor, poeta e ficcionista, divulgador de poesia, e dinamizador de oficinas de escrita, tem-se dedicado à didática da poesia, trabalhando essencialmente com crianças do Ensino Básico e realizando conferências e ações de formação para professores, educadores e bibliotecários.
Foi bolseiro Fulbright (Comissão Cultural Luso-Americana), na State University of New York, College at Potsdam, 1979.
Foi galardoado no Prémio Alves Redol de Revelação de Conto, em Vila Franca de Xira, aquando das Comemorações de 50 anos de Gaibéus de Alves Redol, 1990.
Venceu o X Prémio de Conto Joaquim Namorado, instituído pela Câmara Municipal da Figueira da Foz, 1993.
Em 1997, foi galardoado pelo Instituto de Inovação Educacional no Concurso “Experiências Inovadoras no Ensino” pelo projeto A Poesia como Estratégia.

É Formador de professores. Formador da Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas.

 BIBLIOGRAFIA

 1986 | Véspera Tardia, poemas, Coimbra, assinado com o pseudónimo de António Simões;

1987 | Pedra Fecunda, poemas, Coimbra;

1992 | Histórias e Morais, Coimbra;

1993 | Paisagem sem Noite, poemas, colecção Poesia, Livraria Minerva, Coimbra;

1996 | “O Frigorífico”, in Contos Premiados, X Prémio Joaquim Namorado, Câmara Municipal da Figueira da Foz;

1998 | “A poesia como estratégia”, in José António Franco et al, Experiências Inovadoras no Ensino: inovação pedagógica, coleção Práticas Pedagógicas, nº 6, Instituto de Inovação Educacional, Lisboa;

1999 | A Poesia como Estratégia, Campo das Letras, coleção Campo da Educação, Porto;

2004 | “Corpinteiro”, in Crónica Jornalística — Século XX, antologia organizada por Fernando Venâncio, Círculo de Leitores;

2005 | Histórias e Morais, Pé de Página, Coimbra, Novembro;

2009 | Verso a Verso (PNL), Antologia Poética, com Textos de Luísa Ducla Soares, José Manuel Ribeiro, Vergílio Alberto Vieira, Amadeu Baptista, Nuno Higino e Francisco Duarte Mangas, ilustrações de João Concha, Editora Trinta-Por-Uma-Linha, Porto, Julho;

2009 | Versos de Respirar (PNL), Calendário, Coimbra, Outubro;

2011 | O Melro Envergonhado, Lápis de Memórias, Coimbra, Novembro;

2012 | Rimas e Castanholas, Trinta-Por-Uma-Linha, Porto, Março;

2012 | A Poesia como Estratégia, Tropelias & Companhia, Porto, Novembro.

24 de abril | Encontro com a escritora Vanda Furtado Marques nos JI do Areeiro e Quinta das Flores

Myebook – Ir num pé e vir noutro | 5ºB | EVT e LP

Myebook – Ir num pé e vir noutro.

Ilustrações criadas a partir da leitura da obra “O rapaz da bicicleta de vento e outras andanças” do escritor João Manuel Ribeiro, mais particularmente do conto “Ir num pé e vir noutro”. Trabalho realizado pelo 5ºB nas aulas de EVT. Alunos da EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia | Coimbra- escola aLeR+

1 de março 2012 | Encontro com João Manuel Ribeiro! | 5º ano

10 de fevereiro 2012 | José Fanha e uma manhã feliz na BE

A vinda do escritor José Fanha à Biblioteca da nossa escola foi um momento inesquecível e é através das palavras dos nossos alunos que vamos sentir como esta manhã foi o início de um dia feliz.

No dia 10 de fevereiro, a nossa Biblioteca Escolar recebeu o escritor José Fanha.
A turma do 6ºE ficou agradavelmente surpreendida com a magia do dom da palavra deste declamador, fazendo-nos entrar no mundo da escrita.
A parte que o 6ºE gostou mais foi uma assustadora história de terror “A mulher esqueleto” contada por José Fanha que é um escritor simpático, divertido e que consegue por as palavras certas nos sítios certos.
            José Fanha é um arquiteto das palavras.

Turma 6ºE

Carolina Santos…6ºB, disse:

Adorei a sessão com o escritor José Fanha gostei muito de ouvir o escritor e dos poemas e histórias que contou. Para ser sincera tocou-me um pouco a história da sua avó.
Espero que o escritor se tenha sentido “em casa” como ele disse até porque as “portas” estarão “sempre abertas” para este escritor magnífico.
Não o conhecia no sentido de o escritor ser alegre, ser simpático,…mas deu para perceber que ele é uma pessoa alegre,simpática e o que faz, fá-lo com muito amor,carinho e dedicação. Até hoje os escritores que foram lá à escola nenhum me chamou tanto a atenção como este. Esta foi a sessão que me fez ver que ler não é assim tão mau, aliás até nos faz descontrair, pois foi assim que me senti, descontraída. Nunca me interessei muito por livros nem nunca li assim muito porque achava que “era um pouco seca” mas depois de hoje percebi que ler nem sempre é uma seca, basta fazê-lo com diversão, interesse e alegria,pois um livro para além de nos dar informações sobre o passado e o futuro também nos dá diversão até porque são histórias inventadas. Por mais que as histórias sejam pequenas deixam-nos sonhar e voar alto, aliás muito alto.
Agora só espero que levem mais escritores lá à escola.

Diana Pinto… 6ºF,  disse:
Concordo plenamente com o comentário da Carolina…até porque o escritor José Fanha leva-nos ao céu com as suas palavras e também com a sua imaginação. Foi recebido como um grande amigo na nossa escola Maria Alice Gouveia. Há acontecimentos que que nunca “fogem” da nossa memória e este é um deles. Não me posso esquecer de dizer que o escritor é uma pessoa muito divertida e simpática. Devido à imensidão do seu bom coração recebeu-nos também de um modo espetacular.

Inês Santos…6ºB disse:Eu concordo que tragam escritores assim a nossa escola, mas o que tu disseste estava realmente certo e eu senti o mesmo!
Ler é o máximo tal com o escritor José Fanha!

14 de fevereiro 2012 | Encontro com Pedro Seromenho na BMC | 6ºE !

Divulgação na Rádio Regional do Centro

9 e 10 de fevereiro de 2012 | Encontro com o escritor José Fanha

Aberta A Porta para Um dia Feliz!

José Fanha, declamador de poesia e contador de histórias, autor de histórias e poesia para a infância, dramaturgo e dramaturgista, autor de letras para canções e textos para rádio, guionista de televisão e cinema, tendo dirigido Oficinas de Poesia e de Escrita, além de desenvolver trabalho intenso de divulgação de poesia e promoção do livro e da leitura em Bibliotecas e escolas é o nosso convidado nos próximos dias 9 e 10 de fevereiro!

No dia 9, durante a manhã, o Escritor virá na Escola EB1 da Quinta das Flores para duas sessões com os alunos desta escola; à tarde, estará com os alunos da Escola EB1 Norton de Matos e o encontro será no Centro Recreativo do Bairro Norton de Matos.
No dia 10, no período da  manhã, o Encontro com o nosso Escritor será na Biblioteca Escolar da escola sede – EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia, com os alunos de 6ºano.

%d bloggers like this: