25 de maio de 2016 | Apresentação do Livro “O lobinho” de José António Franco

25_MAIO_2016_CARTAZ

30 anos | respirar poesia

No próximo dia 25 de maio, realizar-se-á, na Biblioteca da Escola Dr.ª Maria Alice Gouveia — Agrupamento de Escolas Coimbra Sul —, pelas 10:30h, a apresentação do novo livro de José António Franco, O Lobinho, publicado pela Editora e Livraria Lápis de Memórias.

     Este arquiteto das palavras, publicou a sua primeira obra, em 1986, “Véspera tardia”, sob o pseudónimo de António Simões, Este ano completam-se 30 anos  sobre essa publicação com “O lobinho”!

Num primeiro relance, poderia ser considerada uma história para crianças, mas, na verdade,  ultrapassa esse estereotipo, pois valores como a família, a amizade e a solidariedade estão plasmados numa obra que apresenta um universo rico em afetos. E é sobretudo a gratidão, o reconhecimento do bem que gera outro bem, que prevalece.

JOSÉ ANTÓNIO FRANCO, licenciado em Filologia Germânica, professor, poeta e ficcionista, divulgador de poesia e dinamizador de oficinas de escrita, tem-se dedicado à didática da poesia, trabalhando essencialmente com crianças do Ensino Básico e realizando conferências e ações de formação para professores, educadores e bibliotecários. Criador e dinamizador do Torneio Ortográfico entre várias escolas da cidade de Coimbra, com várias edições, é igualmente elemento da Cooperativa de Produções Teatrais e Realizações Culturais BONIFRATES com intervenção nas atuações dos Jograis desta companhia.

Num trabalho conjunto entre professores e alunos do 6º ano (turmas A, B e C) da Escola Dr.ª Maria Alice Gouveia, o público poderá assistir à leitura expressiva de alguns excertos da obra, de poemas (da autoria do escritor e de alunos), a uma pequena dramatização, entre outros agradáveis momentos. Autor e crianças saborearão e brincarão com as palavras, num jogo em que os olhos sentirão e o coração verá. O escritor promete terminar a sessão numa conversa informal, respondendo à curiosidade e irreverência da pequenada a que se seguirá uma sessão de autógrafos.

15 de abril 2015 | Final do Concurso ” Desafio Municipal de Leitura Coimbra a Ler +”

DSCN9889

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Slideshow design generated with Smilebox

O dia 15 de abril foi o dia do encontro entre todos os alunos participantes e finalistas no Concurso ” Desafio Municipal de Leitura Coimbra a Ler +” que decorreu no Auditório da Biblioteca Municipal de Coimbra. Esta iniciativa foi o resultado de um trabalho de parceria da Rede de Bibliotecas de Coimbra. O nosso Agrupamento de Escolas foi representado pelos alunos das EB 2,3 Dr:ª Maria Alice Gouveia e da EB 2,3 de Ceira.

6.º D | Bárbara Gouveia
5.º D | João Abade
5.º F | Samuel Rosa

5.º A/C | Miguel Pinto
6.º A/C | Joana Vicente
6.º A/C | Matilde Simões

Foi uma tarde inesquecível iniciada com a prova escrita pelos 27 alunos apurados, seguida de uma visita guiada aos lugares secretos que todas as bibliotecas reservam só a algumas pessoas e que, desta vez, se revelaram aos nossos alunos finalistas.
Depois da leitura expressiva de um excerto da obra “Romance das ilhas encantadas” de Jaime Cortesão, realizada pelos seis alunos finalistas, foram anunciados os vencedores deste desafio que são:
A nossa aluna Bárbara Gouveia, do 6.º D venceu este desafio! Muitos Parabéns!
Parabéns também ao João Abade, do 5.º D que obteve o 3.º lugar!
O Samuel Rosa, 5.º F, está também de Parabéns, pois foi destacado com uma Menção Honrosa!

mada

No dia 23 de abril – Dia Mundial do Livro, será realizada a entrega destes Prémios e também dos Prémios do Concurso de Poesia “Há Poesia na Escola” onde onde os alunos do Agrupamento de Escolas Coimbra Sul obtiveram:
1.º lugar – 1.º escalão | Joana Rodrigues Miranda – 3.º B | EB1 Bairro Norton de Matos;
2.º lugar – 2.º escalão | José Francisco Mendonça – 6.º B | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia e
1.º lugar – 3.º escalão | Filipa Costa – 8.º E | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia!

O nosso Agrupamento de Escolas é mesmo uma Escola aLeR +!

FAÇA LÁ UM POEMA, 2015!

O concurso Faça lá um poema é promovido pelo Plano Nacional de Leitura e pelo Centro Cultural de Belém.

O poema Divagando, da autoria de Benvinda Ramiro, participou na 7.ª edição deste concurso, em representação do AE Coimbra Sul!

Boa(s) leitura(s)!

Divagando

Recordo-me claramente do passado
Quando punha as mágoas de lado
Daquilo que fui e não fui
Daquilo que não tinha e desejava ter

São tantas as memórias
Que no coração gravei
Tantas as horas que perdi
Tantos os sonhos que destruí

Hoje vivo o tal presente
Sinto e cheiro o viver
Aquele medo que vai na minha mente
Sem ter a ideia do que fazer

Tão pouco que a vida dura
Tão depressa que o tempo está a passar
Pois hoje me questiono
Quantas estrelas ficaram por contar?

A noite chega e a lua nasce
A fúria da noite já se pressente
O ruído e o sossego já se sentem
E o limite do tempo já não se mede

Amanhã surge o futuro
Será incerto ou real?
É nas margens dos meus olhos
Que eu o irei encontrar.

Benvinda Ramiro | 9.º D, nº5
Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos Dr.ª Maria Alice Gouveia

“Há poesia na escola?” Palavras do mundo – RBC| Resultados!

21 DE MARÇO | DIA MUNDIAL DA POESIA

Vencedores do Concurso “Há poesia na escola ?”

São quinze as poesias vencedoras na 6.ª edição do concurso “Há poesia na escola” 2015 que a Biblioteca Municipal de Coimbra promoveu, através do Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE), em articulação com as escolas da Rede de Bibliotecas Escolares de Coimbra e como forma de comemorar o Dia Mundial da Poesia, celebrado a 21 de março.

O concurso, dirigido a todos os ciclos de ensino, decorreu nas escolas, durante os meses de janeiro e fevereiro, de acordo com regulamento próprio.

O júri, constituído por professores e bibliotecários do grupo de trabalho concelhio, escolhe o Dia Mundial da Poesia para anunciar os vencedores, nos quatro escalões a concurso. Felicitações a todos os participantes e parabéns aos três alunos do Agrupamento de Escolas Coimbra Sul premiados com o 1.º lugar – 1.º escalão | Joana Rodrigues Miranda – 3.º B | EB1 Bairro Norton de Matos; com o 2.º lugar  – 2.º escalão | José Francisco Mendonça – 6.º B | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia e com o 1.º lugar – 3.º escalão | Filipa Costa – 8.º E | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia!

No próximo dia 23 de abril cá estaremos para outra festa, a de ouvir os poemas e conhecer os seus autores.

 Aqui está a lista das quinze poesias vencedoras e dos seus autores

que (re)Escreveram  Palavras do Mundo!

1º ESCALÃO

1º lugar: Joana Rodrigues Miranda (Escola do 1º CEB Bairro Norton de Matos – 3ºB; AE Coimbra Sul).

2º lugar: Gustavo Filipe Magalhães Mourinho (EB1 de Taveiro – 4º TAV – nº 14; AE Coimbra Oeste).

3º lugar (ex aequo): Rafael Calvário Correia Ribeiro Fernandes (Centro Escolar de Solum Sul – 4º A – nº 20; AE Eugénio de Castro).

3º lugar (ex aequo): Maria Ana de Almeida Monteiro (EB1 de Montes Claros – 4º C – nº 17; AE Martim de Freitas).

2º ESCALÃO

1º lugar: Rita Cunha (EBS Quinta das Flores– 5ºC – nº 23).

2º lugar: José Francisco Mendonça (EB 2,3 Drª Maria Alice Gouveia– 6ºB- nº 11; AE Coimbra Sul).

3º lugar (ex aequo): Afonso Lopes Correia (EB 2,3 de Taveiro – 6ºD – nº 1; AE Coimbra Oeste).

3º lugar (ex aequo): Maria Inês Ferreira Lopes (Escola Básica de Eugénio de Castro – 5ºH).

3º ESCALÃO

1º lugar: Filipa Costa (EB 2,3 Drª Maria Alice Gouveia – 8ºE – nº8).

2º lugar: Mafalda Fabrício de Almeida (Escola Secundária Infanta Dona Maria – 8ºC – nº13).

3º lugar (ex aequo): Juliana Isabel Salgado Marceneiro (EB 2,3 de Taveiro – 9ºD – nº9; AE Coimbra Oeste).

3º lugar (ex aequo): André Ricardo Rodrigues de Matos (Centro Educativo dos Olivais – B3/3º ciclo; AE Martim de Freitas).

 4º ESCALÃO

1º lugar: Diana Sofia Gonçalves Matias (EBS Quinta das Flores– 12ºF – nº 7).

2º lugar: Maria Inês Roque (ES D. Duarte – 11º A – nº 21; AE Coimbra Oeste).

3º lugar: David Abegoaria (ES Infanta Dona Maria – 10ºB – nº 6).

MENÇÕES HONROSAS

1º Escalão

Filipa Távora Poiarez Mexia Lobo – Escola Básica Solum, 4º ano, nº 5 – turma A – AE Eugénio Castro

3º Escalão

Tiago Luís – 8º B, nº 24 – EBS Quinta das Flores

Beatriz Nunes – 7ºC – Escola Básica de Eugénio de Castro

4º Escalão

Hugo Antunes – 10ºA – Escola Secundária de Avelar Brotero

Vamos conhecer os quinze poemas?

Boas leituras!

22 janeiro de 2014 | Os Lusíadas na voz do Ator e Encenador António M. Fonseca

No desenvolvimento de um projeto estabelecido com o Teatrão (OMT) realizou-se hoje, 22 de janeiro, mais uma apresentação da obra “Os Lusíadas” destinada aos alunos do 9.º ano. A primeira apresentação teve lugar no dia 7 de janeiro, na EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia. Desta vez, a obra épica de Luís Vaz de Camões esteve na Biblioteca Escolar da Escola EB 2,3 de Ceira também pela voz do ator e encenador António Fonseca que entoou, em “falação” constante, excertos desta obra identitária de Portugal, introduzindo, de permeio e em diálogo com os alunos, comentários por vezes de forma satírica e humorística, além de referências reveladoras e esclarecedoras dos significados e da contemporaneidade de “Os Lusíadas”, com um sorriso encorajador a novos sentidos. Foi uma manhã em que se aprendeu, refletiu e sorriu e em que até o desafio de oferecer um pouco de “Os Lusíadas” para os encarregados de educação foi efetuado pelo ator. No final, realizou-se uma sessão de autógrafos.Esta atividade foi o resultado da articulação entre a área disciplinar de Português e a Biblioteca Escolar.

unnamed

30 de abril | Encontro com a Leitura nos Jardins de Infância do Agrupamento de Escolas Coimbra Sul

No próximo dia 30 de abril, os escritores João Manuel Ribeiro e José António Franco  estarão presentes nos  Jardins de Infância do Agrupamento de Escolas Coimbra Sul para sessões  sobre algumas das suas obras que entretanto já foram exploradas pelas crianças, visando o conhecimento com escritores portugueses, o desenvolvimento da criatividade e imaginação, bem como a sentido estético.

Manhã

Encontro com o escritor José António Franco no JI do Areeiro. Em duas sessões, durante a manhã, serão exploradas duas obras do poeta.
Encontro com o escritor João Manuel Ribeiro no JI de Ceira. Em duas sessões, durante a manhã, serão exploradas duas obras do poeta.

Tarde

Durante o período da tarde, o escritor João Manuel Ribeiro deslocar-se-á ao JI da Quinta das Flores para aí explorar com os alunos algumas das suas obras, com especial relevo para a intitulada “Patati Patatá”, com poemas traduzidos para linguagem simbólica pelos Encarregados de Educação e ilustrados pelos alunos no âmbito dos projetos “Todos Juntos Podemos Ler” e “Leituras Inclusivas” e do Projeto aLer+.

21 DE MARÇO | DIA MUNDIAL DA POESIA | Vencedores do CONCURSO “Há poesia na escola”

21 DE MARÇO | DIA MUNDIAL DA POESIA

Vencedores do CONCURSO “Há poesia na escola”

 

São treze as poesias vencedoras do concurso “Há poesia na escola” 2013, que a Biblioteca Municipal de Coimbra promoveu, através do Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares (SABE), em articulação com as escolas da Rede de Bibliotecas Escolares de Coimbra e como forma de comemorar o Dia Mundial da Poesia, celebrado a 21 de março.

O concurso, dirigido a todos os ciclos de ensino, decorreu nas escolas, durante os meses de janeiro e fevereiro, de acordo com regulamento próprio.

O júri, constituído por professores e bibliotecários do grupo de trabalho concelhio e presidido por José António Franco (poeta e ficcionista), escolhe o Dia Mundial da Poesia para anunciar os vencedores, nos quatro escalões a concurso. Felicitações a todos os participantes e parabéns às duas alunas do nosso agrupamento de escolas que foram premiadas com o 1º lugar – 1.º escalão | Carolina Barata | EB1 Quinta das Flores | 4ºC e  com o 3º lugar (ex aequo) – 2º escalão | Filipa Costa | EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia | 6ºF!

Para comemorar o Dia Mundial da Poesia, aqui estão as treze  poesias vencedoras envoltas em mar … para a leitura!

 

1º ESCALÃO

1º lugar

Carolina Bento Gonçalves Barata; EB1 da Quinta das Flores – 4ºC

AE Coimbra Sul – EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

 

2º lugar (ex aequo)

Ana Bárbara – 4º A; Colégio de São Teotónio

Ana Beatriz; EB1 de Vil de Matos – 3º

AE Rainha St.ª Isabel

 

3º lugar

Nicole da Silva Neves; EB1 de Ribeira de Frades

AE Coimbra Oeste – EB2,3 de Taveiro

 

2º ESCALÃO

1º lugar

Mafalda Fabrício de Almeida; EB2,3 Eugénio de Castro – 6ºF

 

2º lugar

Diogo Carrega; EBS Quinta das Flores – 5ºB

 

3º lugar (ex aequo)

Mariana Quiaios – 5ºC; Colégio de São Teotónio

Filipa Maria Costa

AE Coimbra Sul –  EB 2,3 Drª Maria Alice Gouveia – 6ºF

 

3º ESCALÃO

1º lugar

Guilherme Nuno Sobral Coelho Pina; EBS Quinta das Flores – 9º A

 

2º lugar

Melanie Azevedo – 9º C; EB2,3 Martim de Freitas

 

4º ESCALÃO

1º lugar

Rita Joana da Cruz Roque; AE Coimbra Oeste – ES D. Duarte – 12ºA

 

2º lugar (ex aequo)

Patrícia Eloy; EBS Quinta das Flores – 12º H

Carlos Miguel Antunes Simões; ES Avelar Brotero – Curso Profissional de Técnico de Energias Renováveis – 11º

1º Escalão

1º lugar

“O Mar é uma gaveta num lugar com voz”

O mar é uma gaveta de sentimentos,
Aberta, para todos os que a desejarem
Fechada, para aquelas que a quiserem ver desaparecer.

O mar é um lugar
de pescadores
com redes cheias de sal
a sorrir à luz do sol.

O mar
é a voz das palavras de água
connosco a conversar.

Carolina Bento Gonçalves Barata
EB1 Quinta das Flores – 4º C
Agrupamento de Escolas Coimbra Sul – EB2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia
2º lugar (ex aequo)
“O Mar”

Mar, leva-me
contigo a brincar,
Nas tuas ondas
Quero nadar.

Mar, faz-me
Relaxar
Para eu sonhar
E olhar para ti, ó mar.

És a minha esperança
És como uma criança
Que brinca ao colo
Cheia de confiança.

Mar meu doce mar
Voa comigo,
Vamos brincar
Nas tuas águas,
Ó meu mar.

Mar, leva-me ao por do sol
Para ver o horizonte
Que parece um monte
Onde nasce a fonte.

Ana Beatriz
EB1 de Vil de Matos – 3º ano
Agrupamento de Escolas Rainha Santa Isabel

2º lugar (ex aequo)

“O Mar”

Sol, praia e mar
É o ideal para descansar
Mas o que eu quero é brincar
Mergulhar, chapinhar e nadar.

O reflexo do céu grandioso
No imenso mar radioso
Torna a sua cor azulada
Com a qual fico espantada.

No mar vivem muitos seres vivos
Alguns há muitos anos nascidos
Baleias, pinguins e peixinhos
Mas os que mais gosto são os golfinhos.

Não gosto de tubarões
Mas gosto de camarões
Adoro o mar
É uma paisagem de encantar.

Ana Bárbara
Colégio São Teotónio, nº1, 4ºA
3º lugar

“O Mar”

O mar é cintilante,
com o sol a brilhar.
A sua luz é reluzente,
e satisfaz qualquer olhar.

O mar é espantoso.
Nele, os meninos gostam de brincar.
Mas, por vezes, tenebroso…
É preciso não abusar.

O mar anda assustado,
pois os peixes estão a escassear.
É preciso ter cuidado,
com os navegadores a pescar.

Eu gosto muito do mar.
E à praia costumo ir.
Lá aprendi a nadar,
E o som do búzio, ouvir

O mar é gostoso.
E toda a gente o aprecia.
Principalmente porque é espumoso.
Não há quem não queira lá ir, um dia.

Nicole da Silva Neves
EB1 de Ribeira de Frades – 4º ano
Agrupamento de Escolas Coimbra Oeste – Taveiro

2º Escalão

1º lugar

“Aquele manto azul”

Aquele manto azul
Tem ilhas imaginárias,
Monstros encantados
E sereias lendárias.

Aquele manto azul,
Onde brinco no verão,
Ele é vasto e grandioso,
É azul, azulão.

Aquele manto azul
Chuta conchas até mim.
Devem fazer-lhe comichão,
Como um bicho ruim.

Aquele manto azul
Foi percorrido por mim.
Já foi tão vestido
E nunca se vê o fim.

Aquele manto azul
Enrola-se como um caracol,
Tem medo que os filhos
Sejam levados pelo anzol.

Aquele manto azul
Também é maroto.
De vez em quando,
Engole um ou outro.

Aquele manto azul
É o mar normal,
Lindo como sempre,
Com a sua beleza natural.
Mafalda Fabrício de Almeida
Escola Básica de Eugénio de Castro, 6º F, nº 11
2º lugar
“MAR”
Quando vou à beira mar
sinto o cheiro a maresia,
sinto as ondas dançar
tal é o poder da fantasia.

Vou num barco remando
com o poder da imaginação,
vejo as histórias de quando
havia piratas sem coração.

No meu barco explorador
oiço cânticos, gente a marear,
remam e remam com fervor
para onde vão eles navegar?

Com a ajuda de um binóculo
observei o longe e o perto,
mas fiz mal o meu cálculo
nada vi, tudo estava deserto.

E agora o que fazer?
Bem, continuei a nadar
e os golfinhos fui ver,
estarei apenas a sonhar?

De regresso a este lugar
sem dele sequer sair,
trago histórias para contar
sobre a vida de ver partir

Diogo Carregã
Escola Básica e Secundária Quinta das Flores – 5º B, nº6

3º lugar (ex aequo)

“O MAR”

Mar de navegadores.
Mar de conquistadores.
Povo heróico.
Com muitos louvores.
Mar de tormentas.
Mar dos campeões.
Mar de loucuras.
Mar de paixões.
Mar calmo e límpido.
Mar furioso e rebelde.
Mar do Índico.
Mar que se pinta nas telas da cidade.
Cor de prata
Na noite calma.
Cor de fogo
Na noite de tempestade.
Mar que acalma.
Mar que dá saudade.
Mariana Quiaios,
Colégio de S. Teotónio, 5º C,nº21

3º lugar (ex aequo)

“Leio o mar”

Leio o mar.
Leio as ondas, os corais,
Os peixes, e outros que tais.
As conchas, os búzios,
Os polvos macambúzios!
Leio o mar.
Letras flutuam ao sabor das correntes.
Embalados, vogam, contentes,
Por este mar de poesia,
Versos cheios de harmonia.
Em turbilhões de espuma branca,
Espalha-se a melodia,
Desta grande fantasia.
Fantasia que encanta.
Espuma branca
Num remoinho,
De pensamentos,
Emoções,
Sentimentos,
O caos caótico de criar,
Aquilo
Que só em verso
Se pode explicar.

Eu leio o mar.

Filipa Maria Costa_6ºF_nº8
Agrupamento de Escolas Coimbra Sul – EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia

3º Escalão

1º lugar

“O Mar”

Curvei o horizonte à minha volta
Das sombras das veredas, dos montes
Das explosões das luzes, das fontes
Das searas maduras a ondular
Escolhi o Mar!
Esse abraço largo e infinito
Que liberta o eco de um grito.
Escolhi o Mar!
Pelo recado e loucuras das ondas
O segredo das gaivotas, das conchas.
Escolhi o Mar!
Fico a olhá-lo longamente
Tão igual à paz de alguém
E a luz do seu olhar
Por ser um lugar de bem
Escolhi o Mar!

Guilherme Nuno Sobral Coelho Pina
Escola Básica e Secundária Quinta das Flores – 9º A

2º lugar

“Mar…”

Assim belo…
Assim maravilhoso…
Assim meu…

Na tua imensidão,
vejo a vida de um aventureiro…
Nas tuas ondas,
oiço a chamar de aventura…

Assim belo…
Asiim maravilhoso…
Assim meu…

Na tua água salgada,
Sinto a frescura de um reencontro
Na tua espuma branca,
Vejo a doçura do primeiro amor…

Assim belo…
Assim maravilhoso…
Assim meu…

Melanie Azevedo
Escola EB 2,3 Martim de Freitas, 9º C , nº 18

4º Escalão

1º lugar

“Mar de sombras”

Mar calmo,
Mar revolto,
Mar de velas,
Mar de fogo,
Ora ninho, ora remoinho,
Ora abrigo, ora castigo,
Ora norte, ora morte.

Mar de anjos,
Mar de demónios,
Mar de sussurros,
Mar de gritos,
Às vezes peço,
Às vezes peco,
Às vezes eco;
Muitas vezes só,
Muitas vezes pó.

Mar de lágrimas,
Mar de sangue,
Mar de vozes,
Mar de solidão,
Por vezes ainda ouço os murmúrios
Das almas penadas que nunca dali sairão.

Mar, Mar, MAr, MAR!
BASTA
De cortar os braços a quem se arrasta;
Se o mar não se pode amar
Que se mate o que dele restar.

Mar de vida, mar de sombras,
Que o meu mar não é feito de água nem de ondas;
(A alma atormentada que lá mora é somente a minha)
É um sítio escuro que dentro de mim se aninha.

Rita Joana da Cruz Roque
Agrupamento de Escolas Coimbra Oeste / Escola Secundária D. Duarte, 12º ano –Turma A, nº 26

2º lugar (ex aequo)

“O Mar – Página em Branco”

O mar
é uma página em branco,
à espera de ser desenhada.
É amanhã, é o hoje,
intocável, misterioso, questionável.

O mar, caminho já feito,
impossível de desvendar,
no silêncio de noites por explorar.

O mar,
onde me perco e encontro,
no fundo do teu olhar.

Carlos Miguel Antunes Simões
Escola Secundária de Avelar Brotero, 11º ano (Curso Profissional de Técnico deEnergias Renováveis)

2º lugar (ex aequo)

“Sinfonia”

As minhas palavras são todas água.
Todas uma essência macia.
Uma espuma que transborda
na suave maresia.

Como um farol à deriva
Ou um barco sem rumo,
Balançam pela sorte
Nas marés do mundo.

Como o reflexo mudo
Do mar profundo,
Escondem-se no tempo
em gotas de nada…

Estas palavras são ondas
Que arrastam o meu ser.
Sentem no meu corpo
Um desejo de luar.

As correntes fortes
fluem para o céu,
Como salpicos de sonhos
Salgando a pele.

Foi no tempo
em que me perdi,
Entregue a um mar
que não era meu…

Eu não sei mentir,
Mal sei falar;
Sou só marulho…
Sinfonia em alto mar.

Patrícia Eloy
Escola Básica e Secundária Quinta das Flores, nº 18 – 12ºH